* 08/09/1950 - 21/08/2019 *

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Homenagem a minha mãe Lélia Carmona



Com imensa alegria hoje 01/02/2015, renovo meu registro agradecendo a Deus pela sua saúde,
nos possibilitando comemorar o Dom da sua vida.
Afinal 91 anos de vida, é mais do que motivo para celebrar.


Read more...

Interlagos na curva do "S", Campeonato Brasileiro de 1976.

Em Interlagos na curva do "S",
Campeonato Brasileiro de 1976.


Read more...

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Homenagem ao meu pai Felipe Carmona


“Ao meu maior ídolo e incentivador, minha homenagem pela sua história no motociclismo, deixando também registrado todo o orgulho pelo piloto, profissional e principalmente pelo pai Felipe Carmona.” (Fifa Carmona)



A longa carreira de Carmona

Fonte : Revista Quatro Rodas Moto (Edição Especial - n° 251-A, pg. 92, 1981).
Autor da reportagem: José Carlos Marão

Com sua maneira calma, quase paternal de falar, sorrindo levemente quando alguma lembrança lhe dá prazer, Felipe Carmona, o patriarca da “Esquina do Veneno”, tem um grande orgulho nos seus 69 ano. Descendentes de espanhóis e nascido em Campinas, aos oito anos ele veio com a família para São Paulo. Foi trabalhar com Tio, numa oficina da Praça da República: “Foi ele, quem trouxe a primeira moto para o Brasil, era representante da Harley Davidson. Através dele, fui levado ao mundo das motos”.

No início, sua família era contra: “era sempre aquele sermão”, mas pouco a pouco ele foi se apaixonou pelas máquinas e não conseguia resistir a um bom pega na Serra da Cantareira, nem às corridas pelo interior – Serra Negra, Campinas.

“Minha primeira corrida foi em 1927, no Alto da Lapa, com uma Harley Tico-Tico350 e nessa época um dos maiores adversários que eu tive foi o Luís Bezzi. As chegadas eram sempre juntas e precisou muito olho mecânico para tirar as dúvidas. Mas tinha também o Artur e o Kurt Vigliolfo, o Guilherme Spera, o Ernesto Trivelato e o Osvaldo Diniz, o índio. O grupo era muito unido. À noite, nos encontrávamos sempre na Esquina do Veneno.”

E dessas reuniões saiu o nome. O veneno, no caso, era uma incorrigível necessidade de desafiar e pregar peças nos adversários - e isso sem nunca pôr em risco a camaradagem. Viviam conspirando: uma vez Trivelato se deu ao trabalho de sair de sua oficina e soldar a porta da loja de Carmona, para que ele não tivesse como tirar a moto para correr no dia seguinte. Carmona correu, mas teve que arrebentar a porta.

Juntamente com Bezzi, Carmona foi um dos pilotos de carreira mais longa dentro do motociclismo brasileiro. E em 1974 fez sua última corrida: as 500 milhas de Interlagos, em dupla com Denísio Casarini. Quebraram.
=>Um dia inesquecível : “O Francesco Gambari veio da Itália, era campeão, famoso. Toda a colônia Italiana foi a Intrlagos torcer por ele. Ficamos trinta voltas correndo juntos mas, na última, eu arrisquei a vida para conseguir ultrapassá-lo. E consegui, ganhei”
=>Outro dia inesquecível: “Era uma corrida contra o Bezzi, em Santos. Na última volta, quando eu menos podia esperar, alguém puxou uma corda no meio da pista, em frente à minha motocicleta. Eu caí e quebrei os dentes”. Tombos, muitos tombos.

E o mais dramático é que nem mesmo as vitórias Carmona conseguia saborear completamente: as medalhas, bravamente conquistadas em meio aos buracos e paralelepípedos, muitas vezes eram derretidas por suas irmãs e viravam gloriosas pulseiras.

Aos 69 anos, Carmona hoje tem uma vida bem mais pacata, dividida entre rápidas visitas à sua loja da “esquina do Veneno” e à do seu filho “Fifa”, que trabalha com carros algumas quadras adiante. “Antes eu vendia todas as marcas de motos”, diz ele, “mas desde 69, quando terminaram as importações, só a Honda”.



"O Rei das Motocicletas"











Todos os direitos reservados - 2007- Fifa Carmona

Read more...

sábado, 2 de janeiro de 2010

Galeria Felipe Carmona


Read more...

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Família Carmona

Para visualizá-la maior é só clicar sobre a imagem
.

 

Read more...

Recados de Amigos

Registros de amigos


Carlos Weissberg - São Paulo / SP
postado em: 20/07/2007, 21:19:44
Fonte : http://www.moto.com.br/acontece/conteudo/7692.html

“Muito bom essa resenha embora curta. Vivenciei boa parte dessa época. Fui amigo do Felipe Carmona e do Edgar. Fui um dos primeiros a comprar Honda 500 four do Felipe, trocando depois por uma 750, também das primeiras. Conheci seus dois filhos Fifa e Nelo, principalmente Fifa que também se dedicou ao mesmo ramo, aliás nem sei onde andam hoje em dia. Aquele banco na porta da loja do Edgard, era um oásis de tranquilidade o meio do turbilhão do pedaço. Tudo isso mereceria um livro!”

Hamilton M.Reis - São Paulo / SP
postado em: 27/07/2007, 21:28:09
Fonte : http://www.moto.com.br/acontece/conteudo/7692.html

“Que saudades do Sr. Carmona que com toda a paciencia explicava como funcionava as peças que eu comprava para a minha Jawa Monark 150 cc isto em 1960 “.

Fonte : Fórum Orkut –Comunidade em Homenagem à Felipe Carmona



Alemão Pneus – SP - 19/06/07
“O FELIPE CARMONA QUEM NÃO CONHECEU FELIPE CARMONA, NÃO CONHECE NADA DE MOTOCICLETA. UM DOS MAIORES NOMES DO MEIO, TANTO COMO PESSOA COMO SUA GRANDIOSA LOJA , NA ESQUINA DO VENENO. DE FRENTE A OUTRO GRANDE NOME EDGAR SOARES. SOU FELIZ DE TER CONHECIDO GRANDES NOMES DO MOTOCICLISMO NACIONAL ”.



Waldir Carmona – 21/06/07
“ESQUINA DO VENENO.... Meu avô Antoninho Carmona, era irmão do Felipe... histórias ...são histórias...se essa esquina falasse..rsss, meu avô me contou várias histórias uma...das... Um dia o Trivellato " Importador das HRD" levou uma máquina de solda e soldou as portas da loja do Felipe Carmona... Tenho várias histórias..vou lembrando e vou colocando...”. Abraço a todos. "De bota para bota"

Fonte : Página de recados de Fifa Carmona - Orkut
Helder Burle – 17/08/07 “Meu irmão, sem comentários...... O site ficou maravilhoso, retratando a História de uma paixão passada de pai pra filho. PARABÉNS e muito sucesso com o site e contatos. Bjos do sempre amigo aqui”. Adriano Sopó – 17/08/07 magina...vc é uma lenda viva....bjão pra vcs...


Lais Aidee - 11/08/07 “Fifa..., parabéns pelo site. Nada mais justo do q homenagear ao grande Felipe Carmona e por tabela a vc. Tenho certeza q todos os apaixonados por moto só tem muito a ganhar. Sem falar q infelizmente "nosso país não tem memória" e é muito bom que os motociclistas, os jovens q estão chegando, conheçam um pouco dessa história familiar tão bonita. Fique na luz”.


Eduardo - Du Bala – 11/08/07 “Fala Fifa querido!!! seu site ficou ótimo, parabéns!!”

Simone Barbosa - 10/08/07 “Estou muito feliz, que o site represente um pouco do muito que você é especial... a sua história não pode ficar esquecida, são poucos os que tem uma história, e um pouco da sua está no ar. Parabéns”.

Amigos que acompanham.

Design e Administração : Simone Barbosa => Twitter: http://twitter.com/SiBarbosa

  © Template Lar Doce Lar por Emporium Digital Graphics Jenny's Grandchild and Irene's Corner

TOPO