* 08/09/1950 - 21/08/2019 *

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Torneio novos Valores disputado em Interlagos - 1973

Fifa Carmona Vence em Interlagos
Fonte : Folha da Tarde – 23/10/1973 – pg.44
Editor : Edison di Fonso


Fifa Carmona, da Equipe Yamaha, venceu ontem com muita tranqüilidade e perícia o Torneio novos Valores disputado em Interlagos, que reuniu também pilotos estreantes e novatos. Pilotando uma Yamaha TR-3, de 350cc., Fifa venceu a primeira bateria e ficou em segundo noutras duas.

As provas

Nas principais provas da tarde, Fifa Carmona reuniu o maior número de pontos, 18, enquanto seu companheiro de equipe, Casarini, ficou com 16.

Na primeira bateria Fifa completou as 7 voltas em 26´26”3/10, recebeu ordem do box para não exceder, já que estava num de seus melhores dias. Nas outras duas baterias Casarini não teve problemas para vencer quase que tranquilo, uma vez que não interessava à Fifa chegar na primeira posição, porque o segundo lugar lhe bastava para vencer.

Classificação geral

1ª. Bateria (Força livre e esporte)

1º. – Fifa Carmona (Yamaha TR-3, 26´26”3/10), 7 voltas.
2º. – Pedro Esquerro (Yamaha TR-2B)
3º. – Paulo Salvagio (Yamaha TD-1)
4º. – Gilberto Barbosa (Yamaha TD-1)
5º. – Wilson Araujo (Yamaha)
6º. – Armando Gallo (Yamaha)
7º. – Luís Tonini (llama TR-2B)
8º. – Carlos Serafim Ferrari (Suzuki)
9º. – Wellington Bellagamba (Aermachi)
10º. – Delcio Gonçalves (Norton-Manx)


2ª. Bateria

1º. – Casarini 1º. – Casarini
2º. – Fifa Carmona 2º. – Fifa
3º - Esquerro 3º - Wilsinho
4º. – Salvagio 4º. – Giba
5º. – Giba 5º. - Delcio
6º. – Gallo 6º. – Gallo
7º. – Wilsinho 7º. - Bellagamba
8º. – Tonini 8º. – Serafim
9º. – Serafim 9º - Esquerro
10º. – Delcio 10º. – Tonini


Final

Read more...

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Homenagem a minha mãe Lélia Carmona



Com imensa alegria hoje 01/02/2015, renovo meu registro agradecendo a Deus pela sua saúde,
nos possibilitando comemorar o Dom da sua vida.
Afinal 91 anos de vida, é mais do que motivo para celebrar.


Read more...

Interlagos na curva do "S", Campeonato Brasileiro de 1976.

Em Interlagos na curva do "S",
Campeonato Brasileiro de 1976.


Read more...

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Homenagem ao meu pai Felipe Carmona


“Ao meu maior ídolo e incentivador, minha homenagem pela sua história no motociclismo, deixando também registrado todo o orgulho pelo piloto, profissional e principalmente pelo pai Felipe Carmona.” (Fifa Carmona)



A longa carreira de Carmona

Fonte : Revista Quatro Rodas Moto (Edição Especial - n° 251-A, pg. 92, 1981).
Autor da reportagem: José Carlos Marão

Com sua maneira calma, quase paternal de falar, sorrindo levemente quando alguma lembrança lhe dá prazer, Felipe Carmona, o patriarca da “Esquina do Veneno”, tem um grande orgulho nos seus 69 ano. Descendentes de espanhóis e nascido em Campinas, aos oito anos ele veio com a família para São Paulo. Foi trabalhar com Tio, numa oficina da Praça da República: “Foi ele, quem trouxe a primeira moto para o Brasil, era representante da Harley Davidson. Através dele, fui levado ao mundo das motos”.

No início, sua família era contra: “era sempre aquele sermão”, mas pouco a pouco ele foi se apaixonou pelas máquinas e não conseguia resistir a um bom pega na Serra da Cantareira, nem às corridas pelo interior – Serra Negra, Campinas.

“Minha primeira corrida foi em 1927, no Alto da Lapa, com uma Harley Tico-Tico350 e nessa época um dos maiores adversários que eu tive foi o Luís Bezzi. As chegadas eram sempre juntas e precisou muito olho mecânico para tirar as dúvidas. Mas tinha também o Artur e o Kurt Vigliolfo, o Guilherme Spera, o Ernesto Trivelato e o Osvaldo Diniz, o índio. O grupo era muito unido. À noite, nos encontrávamos sempre na Esquina do Veneno.”

E dessas reuniões saiu o nome. O veneno, no caso, era uma incorrigível necessidade de desafiar e pregar peças nos adversários - e isso sem nunca pôr em risco a camaradagem. Viviam conspirando: uma vez Trivelato se deu ao trabalho de sair de sua oficina e soldar a porta da loja de Carmona, para que ele não tivesse como tirar a moto para correr no dia seguinte. Carmona correu, mas teve que arrebentar a porta.

Juntamente com Bezzi, Carmona foi um dos pilotos de carreira mais longa dentro do motociclismo brasileiro. E em 1974 fez sua última corrida: as 500 milhas de Interlagos, em dupla com Denísio Casarini. Quebraram.
=>Um dia inesquecível : “O Francesco Gambari veio da Itália, era campeão, famoso. Toda a colônia Italiana foi a Intrlagos torcer por ele. Ficamos trinta voltas correndo juntos mas, na última, eu arrisquei a vida para conseguir ultrapassá-lo. E consegui, ganhei”
=>Outro dia inesquecível: “Era uma corrida contra o Bezzi, em Santos. Na última volta, quando eu menos podia esperar, alguém puxou uma corda no meio da pista, em frente à minha motocicleta. Eu caí e quebrei os dentes”. Tombos, muitos tombos.

E o mais dramático é que nem mesmo as vitórias Carmona conseguia saborear completamente: as medalhas, bravamente conquistadas em meio aos buracos e paralelepípedos, muitas vezes eram derretidas por suas irmãs e viravam gloriosas pulseiras.

Aos 69 anos, Carmona hoje tem uma vida bem mais pacata, dividida entre rápidas visitas à sua loja da “esquina do Veneno” e à do seu filho “Fifa”, que trabalha com carros algumas quadras adiante. “Antes eu vendia todas as marcas de motos”, diz ele, “mas desde 69, quando terminaram as importações, só a Honda”.



"O Rei das Motocicletas"











Todos os direitos reservados - 2007- Fifa Carmona

Read more...

sábado, 2 de janeiro de 2010

Galeria Felipe Carmona


Read more...

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Família Carmona

Para visualizá-la maior é só clicar sobre a imagem
.

 

Read more...

Recados de Amigos

Registros de amigos


Carlos Weissberg - São Paulo / SP
postado em: 20/07/2007, 21:19:44
Fonte : http://www.moto.com.br/acontece/conteudo/7692.html

“Muito bom essa resenha embora curta. Vivenciei boa parte dessa época. Fui amigo do Felipe Carmona e do Edgar. Fui um dos primeiros a comprar Honda 500 four do Felipe, trocando depois por uma 750, também das primeiras. Conheci seus dois filhos Fifa e Nelo, principalmente Fifa que também se dedicou ao mesmo ramo, aliás nem sei onde andam hoje em dia. Aquele banco na porta da loja do Edgard, era um oásis de tranquilidade o meio do turbilhão do pedaço. Tudo isso mereceria um livro!”

Hamilton M.Reis - São Paulo / SP
postado em: 27/07/2007, 21:28:09
Fonte : http://www.moto.com.br/acontece/conteudo/7692.html

“Que saudades do Sr. Carmona que com toda a paciencia explicava como funcionava as peças que eu comprava para a minha Jawa Monark 150 cc isto em 1960 “.

Fonte : Fórum Orkut –Comunidade em Homenagem à Felipe Carmona



Alemão Pneus – SP - 19/06/07
“O FELIPE CARMONA QUEM NÃO CONHECEU FELIPE CARMONA, NÃO CONHECE NADA DE MOTOCICLETA. UM DOS MAIORES NOMES DO MEIO, TANTO COMO PESSOA COMO SUA GRANDIOSA LOJA , NA ESQUINA DO VENENO. DE FRENTE A OUTRO GRANDE NOME EDGAR SOARES. SOU FELIZ DE TER CONHECIDO GRANDES NOMES DO MOTOCICLISMO NACIONAL ”.



Waldir Carmona – 21/06/07
“ESQUINA DO VENENO.... Meu avô Antoninho Carmona, era irmão do Felipe... histórias ...são histórias...se essa esquina falasse..rsss, meu avô me contou várias histórias uma...das... Um dia o Trivellato " Importador das HRD" levou uma máquina de solda e soldou as portas da loja do Felipe Carmona... Tenho várias histórias..vou lembrando e vou colocando...”. Abraço a todos. "De bota para bota"

Fonte : Página de recados de Fifa Carmona - Orkut
Helder Burle – 17/08/07 “Meu irmão, sem comentários...... O site ficou maravilhoso, retratando a História de uma paixão passada de pai pra filho. PARABÉNS e muito sucesso com o site e contatos. Bjos do sempre amigo aqui”. Adriano Sopó – 17/08/07 magina...vc é uma lenda viva....bjão pra vcs...


Lais Aidee - 11/08/07 “Fifa..., parabéns pelo site. Nada mais justo do q homenagear ao grande Felipe Carmona e por tabela a vc. Tenho certeza q todos os apaixonados por moto só tem muito a ganhar. Sem falar q infelizmente "nosso país não tem memória" e é muito bom que os motociclistas, os jovens q estão chegando, conheçam um pouco dessa história familiar tão bonita. Fique na luz”.


Eduardo - Du Bala – 11/08/07 “Fala Fifa querido!!! seu site ficou ótimo, parabéns!!”

Simone Barbosa - 10/08/07 “Estou muito feliz, que o site represente um pouco do muito que você é especial... a sua história não pode ficar esquecida, são poucos os que tem uma história, e um pouco da sua está no ar. Parabéns”.

Amigos que acompanham.

Design e Administração : Simone Barbosa => Twitter: http://twitter.com/SiBarbosa

  © Template Lar Doce Lar por Emporium Digital Graphics Jenny's Grandchild and Irene's Corner

TOPO